Pedro Chagas Freitas defende Maria Botelho Moniz após ser arrasada por jornalista: “Crónica Nojenta”

Pedro Chagas Freitas defende Maria Botelho Moniz após ser arrasada por jornalista: "Crónica Nojenta"

A apresentadora Maria Botelho Moniz foi gozada pela sua aparência por um jornalista e o escritor Pedro Chagas Freitas saiu em sua defesa.

Links patrocinados

O jornalista Alexandre Pais escreveu um artigo de opinião para o Correio da Manhã onde critica o aspeto de Maria Botelho Moniz. “Mulher simpática mas robusta, com tendência para aumentar de peso e raramente usando roupa adequada as suas características, Maria devia concentrar nesse problema, de resolução difícil, o que ele exige: disciplina e capacidade de sacrifício, muito sacrifício”, escreveu.

O artigo gerou uma onda de polémica nas redes sociais e o escritor Pedro Chagas Freitas reagiu nas suas redes sociais:

Links patrocinados

“Maria Botelho Moniz foi alvo de um ataque soez, inclassificável, numa crónica nojenta a que não darei a publicidade que não merece. O que vim aqui escrever é simples (e é o mais importante): de entre as muitas pessoas com quem conversei em televisão (e fora dela), a Maria é uma das melhores”, começou por dizer.

Leia Também: Sem vergonha, Cristina Ferreira dá resposta ao jornalista em direto: “Virei cada vez mais despida”

“Uma das melhores profissionais, uma das mais bem preparadas, uma das mais genuínas. A Maria é real. E, para além de ser muito boa profissional, é realmente boa pessoa: muito boa pessoa”, disse ainda.

“Desde os tempos do Curto Circuito, onde me cruzei com ela pela primeira vez, que mostra todo o talento que tem, toda a dimensão que hoje, em palcos com muito mais audiência, só quem não quiser ser honesto intelectualmente poderá não reconhecer”, acrescentou.

“A Maria veste o que quiser e é uma pessoa linda: eis tudo o que tenho para dizer hoje. Parabéns, Maria. E siga”, terminou o escritor.

You may also like...