“A estrela da Malveira, que faz questão de garantir que não volta às manhãs da TVI, está manifestamente a lidar mal com os seus fracassos”

“A estrela da Malveira, que faz questão de garantir que não volta às manhãs da TVI, está manifestamente a lidar mal com os seus fracassos”

“A estrela da Malveira, que faz questão de garantir que não volta às manhãs da TVI, está manifestamente a lidar mal com os seus fracassos”, pode ler-se.

Links patrocinados

Paulo Abreu escreveu, na Flash, sobre o clima de guerrilha interna na TVI, entre Cristina Ferreira e José Eduardo Moniz.

“O que levará José Eduardo Moniz a guardar silêncio sobre o que diz Cristina Ferreira? A sua falta de reação é talvez a maior perplexidade da semana, depois de a diretora de Entretenimento e Ficção da TVI ter apontado o dedo a “lobos” que a querem morder e derrubar, numa indisfarçável alusão ao seu diretor-geral”, escreveu Paulo Abreu, na revista Flash.

Links patrocinados

“José Eduardo Moniz não dá sinais de ter acusado o toque. Se se sentiu atingido, não o manifestou. Se tem opinião sobre a homilia de Cristina Ferreira, na Altice Arena, também não. Nunca vi ninguém com maior capacidade para gerir silêncios. Apesar de pessoa emotiva, o açoriano parece manter-se gelado perante o ataque da apresentadora-diretora-acionista, que, das intrigas dos bastidores, resolveu saltar agora abertamente para a praça pública“, acrescentou.

Leia Também: Sapatos e chaves de casa de Claudisabel desapareceram de forma enigmática do local

“A estrela da Malveira, que faz questão de garantir que não volta às manhãs da TVI, está manifestamente a lidar mal com os seus fracassos – o último dá pelo nome de ‘A Ex-periência’“, continuou.

“Se escolher o caminho da confrontação com Moniz, Cristina estará, em nome do seu ego descomunal, a prejudicar-se, mas, acima de tudo, a prejudicar seriamente a TVI, que, à beira dos seus 30 anos, bem precisa de unidade, na luta pela reconquista do primeiro lugar das audiências“, destacou.

“Por exemplo, só a alguém pouco atento passarão despercebidos dois factos da última semana: primeiro, nem Cristina nem Moniz estiveram na apresentação do novo concurso do final da tarde da estação, ‘Vai ou Racha’, de Pedro Teixeira, sabendo-se que se trata de uma aposta importante para a programação; segundo, no mesmo dia, Mário Ferreira, o patrão da Media Capital, encontrou-se em público com ambos, mas separadamente. Eu gostava de ser mosca…“, rematou.

You may also like...