Falido, Castelo Branco prefere fazer trabalho comunitário do que pagar multa de 550 euros

Falido, Castelo Branco prefere fazer trabalho comunitário do que pagar multa de 550 euros

Segundo Adriano Silva Martins, comentador da CMTV, José Castelo Branco prefere ser condenado a fazer trabalho temporário do que pagar uma multa de 550 euros.

Links patrocinados

Na passada sexta-feira, José Castelo Branco foi condenado ao pagamento de uma multa de 550 euros por ter furtado, em dezembro de 2019, um perfume da marca Dior na loja franca do Aeroporto de Lisboa.

O socialite não marcou presença em tribunal, alegando não se encontrar “em condições psicológicas” para o fazer, pelo que não pode fazer ouvida a sua versão dos factos ou as suas pretensões.

Links patrocinados

Segundo o comentador Adriano Silva Martins, José não quer pagar a multa de 550 euros e diz até que prefere que o seu castigo seja fazer trabalho comunitário. “Falei com o José, que me disse que está disposto a pagar a sua dívida com a sociedade fazendo trabalho pela comunidade”, revelou o comentador.

Leia Também: Traição? Sara Norte persegue o namorado até Espanha: “Fui porque ele me estava a mentir!”

Atualmente, José Castelo Branco reside em Nova Iorque, nos Estados Unidos, com a sua esposa, Betty Grafstein.

You may also like...