Seleção da França infetada com ‘vírus do camelo’ a poucas horas da final do Mundial

Jgadores da seleção francesa encontram-se doentes, com vírus do camelo, a dois dias do jogo da final do Mundial de Futebol 2022, contra a Argentina.

Links patrocinados

Os primeiros jogadores da seleção francesa  a apresentarem sintomas foram Rabiot e Upamecano, com febre e dores de garganta, seguindo-se Coman. Esta sexta-feira, Varane e Konaté sentiram-se indispostos, aumentando assim para cinco o número de jogadores infetados.

Os sintomas são provocados pelo “vírus do camelo”, o termo coloquial para o MERS-COV, ou a Síndrome Respiratória do Médio Oriente, que provoca febre, dores musculares e tosse, entre outros sintomas.

Links patrocinados

O selecionador da França, Didier Deschamps, atribui a culpa ao ar condicionado, queixando-se que os edifícios no Qatar mantêm temperaturas baixas um pouco por todo o lado.

Leia Também: Totti, antiga estrela italiana, solidário com Cristiano Ronaldo: “Sei como é ser empurrado…”

A federação francesa está a tomar medidas para evitar que o vírus se espalhe pela equipa, como o uso obrigatório de máscara nas zonas mistas, o isolamento dos jogadores doentes e outras medidas sanitárias que visam evitar a sua propagação.

You may also like...