Mãe de Claudisabel quebra o silêncio e deixa recado a Cláudio Ramos

Mãe de Claudisabel quebra o silêncio e deixa recado a Cláudio Ramos

A mãe da cantora Claudisabel quebrou o silêncio pela primeira vez nas suas redes sociais após a perda da filha e deixou um recado para Cláudio Ramos.

Links patrocinados

A mãe da artista, Raquel, partilhou no seu Facebook um texto com o qual se identifica, escrito por uma das coralistas da filha e que aborda alguns dos temas falados após o acidente que tirou a vida à cantora.

“Um texto [escrito por Cláudia Francisco, coralista de Claudisabel] com o qual concordo plenamente. Obrigado Cláudia”, escreveu a mãe de Claudisabel, junto ao texto que se segue.

Links patrocinados
“Esta é a minha imagem da Claudisabel: ela não andava triste, apenas preocupada com a realidade do dia a dia, como qualquer pessoa. Gostava de si mesma, cuidava-se com gosto e tinha orgulho do que era e das suas conquistas. Tinha imensos conhecidos e amigos poucos mas bons (e desengane-se quem pensa que tem muitos…).

Leia Também: Bruna Gomes está grávida? Fãs em pulgas com fotografia publicada

Dava-se a conhecer a quem ela queria. Não tinha paciência para injustiças, más línguas, gentinha de mer**. Era teimosa sim, porque defendia com garra o seu ponto de vista. Era determinada e trabalhava para atingir os seus objetivos. Se as editoras não a ‘apanhavam’ era pq ela não queria chulices. Era filhinha da mamã e com muito orgulho (bendito quem o pode ser, e eu sou uma filhinha da mamã e do papá).

Era competente, profissional e justa, tratava todos por igual e sem manias de superioridade (onde dormia, dormia a equipa; onde comia, comia a equipa, e éramos muitos). Era divertida e bem disposta mas quando o contrário, não tinha problemas em o mostrar. Frontal? Hum…eu diria mais verdadeira e ‘sem papar grupos’. Se não gostava de alguém, era educada, mas não obrigada a aturar.

Se tinha coisa más, acredito que sim, como qualquer pessoa! Afinal de contas um teimoso nunca ateima sozinho (deve ser característica das Cláudias). Será que as pessoas sabiam que ela ela humana? Sim, porque se um artista mandar um peido, uiiiii o mundo vai acabar e corre ‘tinta nos jornais’ como se não houvesse amanhã! Se um artista berra, é um escândalo! Se bebem um copo a mais, são alcoólicos e irresponsáveis….Gentinha de mer**. Só sabem falar/projetar a maldade deles nas outras pessoas.

A Claudisabel escolheu ser artista e ainda ter outro trabalho, com os quais equilibrava o sonho e a realidade. Sim, porque ser artista em Portugal não é fácil. Informem-se e depois falem… abdicou da ‘liberdade/ privacidade’ para alegrar os palcos. Abdicou de andar descansada a passear sem que as pessoas se virem e cochichem. Abdicou da tranquilidade de tomar um café na esplanada sem que fosse reconhecida e muitas das vezes importunada/abordada. Mas mesmo assim mantinha o sonho de fazer o que gostava – cantar – e trabalhava numa profissão na qual escolheu.Deitava-se à noite de consciência tranquila, contas pagas e sem dever responsabilidades a ninguém. Era amada pela família e amigos, tem uma mãe ‘fabulástica’ que abdicou da carreira pessoal para acompanhar a filha e administrar a carreira.

Um pai que também sempre a apoiou (mãe e filha), mantendo o porto sempre seguro, o refúgio familiar. Tem sorte em ter uma mãe que não parou no tempo, sempre se manteve atualizada e sempre pronta a acompanhar; uma lady. Uma mãe sempre preocupada com a filha e uma agente preocupada com a ‘sua cliente’, duas pessoas excelentes numa só. Foi um privilégio conhecer Claudisabel, uma PESSOA fantástica e de excelentes princípios, que era cantora de profissão e não só.

Isto é o que penso e sempre pensei de Claudisabel. Não gostei de como o Cláudio Ramos orientou a conversa, dando a entender ela estava mal. Mas felizmente estava lá quem a conhecesse um pouco e orientasse a conversa para outro ânimo. Se o Cláudio Ramos quando a via achava-a triste, devia de pensar apenas que o estar dela era porque não gostava dele…mas isto sou eu que digo.”

You may also like...