Federação Portuguesa chora partida precoce do jovem atleta e engenheiro Manuel Ferreira, de 27 anos

Federação Portuguesa chora partida precoce do jovem atleta e engenheiro Manuel Ferreira, de 27 anos

Nas redes sociais, multiplicam-se as mensagens a lamentar a partida precoce do jovem atleta de 27 anos.

Links patrocinados

Manuel Ferreira era jogador do Clube de Rugby do Técnico, em Lisboa, e engenheiro aeroespacial na conhecida empresa Omnidea, localizada na Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa.

O jovem, que foi internacional por Portugal nos Escalões de Sub18 e de Sub20, formou-se em Engenharia Mecânica no Instituto Superior Técnico.

Links patrocinados

Tudo aconteceu esta quinta-feira, quando Manuel Ferreira, de 27 anos, se encontrava no campus da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa, em Almada, e uma explosão de gás o terá atingido. A explosão decorreu num contentor de testes de pressão durante uma investigação no ramo aeroespacial pela empresa Omnidea, na qual Manuel Ferreira trabalhava. Dois colegas, que estavam no exterior do espaço, ainda o retiraram do contentor, mas já nada havia a fazer.

O clube lisboeta onde Manuel Ferreira jogava prestou homenagem ao jovem através das redes sociais: “Um exemplo para todos (…) ficará para sempre na memória de todos e festejará connosco os sucessos do clube, por que sempre pugnou”, pode ler-se.

Também a Federação Portuguesa de Râguebi mostrou a sua consternação pela partida do atleta e engenheiro de profissão, que foi internacional nas camadas jovens da modalidade.

You may also like...