Caso Sara Carreira. Conhecidas as penas dos arguidos

Caso Sara Carreira. Conhecidas as penas dos arguidos

Juiz ditou a sentença durante a manhã desta sexta-feira, dia 12 de janeiro.

Links patrocinados

A sentença do caso da partida de Sara Carreira, filha do cantor Tony Carreira, foi conhecida na manhã desta sexta-feira, 12 de janeiro, no Tribunal de Santarém.

O arguido Paulo Neves, grande responsável pelo acidente, não compareceu e não entregou qualquer justificação ao tribunal.

Links patrocinados

Acusados do crime de homicídio por negligência grosseira, Ivo Lucas foi condenado a uma pena suspensa de dois anos e quatro meses e Paulo Neves três anos e quatro meses. Por sua vez, a fadista Cristina Branco, acusada do crime de homicídio por negligência, foi condenada a uma pena suspensa de 1 ano e 4 meses. Por último, Tiago Pacheco, acusado de condução perigosa, foi condenado a pagar uma multa de 150 dias à taxa de 7 euros.

À chegada, Tony Carreira, pai da vítima, explicou que até quinta-feira pensou não estar presente na sessão. “Mas devo isto à minha filha”, apontou. O cantor asseverou que não vai recorrer “de nada”, independemente do conteúdo da sentença. “Só vinha aqui perceber o que aconteceu, mas toda a gente tem amnésia”, vincou.

De acrescentar que os quatro arguidos ficam também inibidos de conduzir por diferentes períodos de tempo: Ivo Lucas por nove meses, Paulo Neves por dois anos, Cristina Branco por um ano e Tiago Pacheco por cinco meses.

You may also like...