“Senti que estava a derreter”: O depoimento emocionante de uma vítima dos incêndios de Pedrógão, na SIC

Vítima dos incêndios de Pedrógão desiludido com Marcelo: "Ainda nem um olá me disse"

Carlos Guerreiro, um dos feridos mais graves dos incêndios de Pedrógão Grande, lamenta ainda não ter sido contactado por Marcelo Rebelo de Sousa.

Links patrocinados

Carlos Guerreiro esteve recentemente no programa de Júlia Pinheiro, na SIC, a falar sobre tudo o que aconteceu no dia dos incêndios de Pedrógão Grande, que tiraram a vida a 66 pessoas e deixaram pessoas com lesões físicas e psicológicas para toda a vida.

Carlos Guerreiro seguia numa viatura que ficou encurralada pelas chamas e viu-se obrigado a correr por entre o fogo para escapar com vida.

Links patrocinados

No processo, ficou com 85% do seu corpo queimado e teve de ser submetido a dezenas de cirurgias de reconstrução, para recuperar alguma qualidade de vida, apesar de continuar com dores até hoje.

Leia Também: Nem por 6 mil euros por mês Cristiano Ronaldo consegue arranjar um chef para a mansão de Cascais

Carlos não esconde a sua revolta e indignação e quer que Portugal conheça a sua história. Já quis falar com o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, mas nunca lhe foi dada oportunidade. “Ainda nem um olá me disse”, lamenta.

Conheça aqui a história de Carlos.

Poderás gostar...