Pinto da Costa: “Ser do Benfica não é nenhum crime. É mau gosto, mas não é crime”

Pinto da Costa: "Ser do Benfica não é nenhum crime. É mau gosto, mas não é crime"

Esta terça-feira, o Porto Canal exibiu uma entrevista a Pinto da Costa, em que o Presidente do FC Porto recordou todos os treinadores que passaram pelo clube.

Links patrocinados

Antes de ser selecionador nacional, ainda no início da sua carreira, Fernando Santos passou pelo FC Porto, a convite de Pinto da Costa. Na altura, o treinador tinha passado apenas por dois clubes como treinador e o presidente do clube nortenho reconheceu-lhe as qualidades necessárias para dirigir a equipa técnica dos dragões.

“Com equipas sem grandes valores, ele conseguia resultados, como aconteceu no Estoril e no Estrela da Amadora. Apreciava, acima de tudo, a forma como as equipas dele jogavam e a maneira de estar no futebol”, recordou Pinto da Costa.

Links patrocinados

“Se forem bons ligados ao Porto, é o ideal. Mas se a pessoa for, como eu sabia que era, séria, dedicada ao que faz e que iria dar tudo pelo FC Porto… É igual. Vínhamos com o rádio ligado e um tal Valdemar Duarte anuncia assim: ‘O benfiquista Fernando Santos é o novo treinador do FC Porto’. E ele ficou incomodado. Mas qual era o problema? Ser do Benfica não é nenhum crime. É mau gosto, mas não é crime. Não tem problema nenhum, daqui a 15 dias já está a viver isto. Hoje, não tenho dúvidas, ele ainda sente o FC Porto”, acrescentou.

Leia Também: Cristianinho assina pelo Real Madrid

Sobre Sérgio Conceição, Pinto da Costa revelou que não o vê “como um jogador ou treinador, mas quase como um familiar”. “Estamos identificados nos mesmos objetivos, dificuldades e inimigos, num princípio de que é até morrer”, explicou.

You may also like...